22
Mai 07

Eu sou um lápis…

Ando por várias mãos,

Percorro vários livros,

Mas escrevo uma só cor.

 

Sou feito de carvão,

Escrevo grosso ou fino

Mas de tanto me afiarem

Já estou pequenino.

publicado por saracrisf às 09:55

No teu jardim…

Colhi as flores mais belas,

Rosas, tulipas…e aquelas.

 

São de todas as cores,

As tuas flores

E um ramo vou fazer,

Para te oferecer.

publicado por saracrisf às 09:44

14
Mai 07

A volta a África

 

 

Nestas férias de Verão, o Presidente da República e a esposa foram de férias, fizeram uma grande viagem por África.

O avião partiu de Lisboa às 9:15h, e ficou previsto chegarem ao Egipto às 14:05h, e foi o que aconteceu. Lá, estava um dia maravilhoso, estava sol e temperatura alta. Como nunca lá tinham ido, foi preciso a ajuda de um mapa. Pelas ruas aconteciam coisas estranhas, pessoas a andar ajoelhadas.

Aquela viagem era um sonho que os dois tinham há bastante tempo.

Depois de percorrerem outros países, regressaram a Portugal, e o Presidente decidiu escrever um livro, contando todas as aventuras.

publicado por saracrisf às 11:02

 

Tu

Hoje deitei-me ao lado da minha solidão,

Senti-me abandonada,

Peguei no teu retrato

Despojada, ansiava que a minha alma

Esquecesse a presença do teu fantasma.

A manhã entra no meu quarto...

Reencontrei-te no raio de sol

Que entrava no meu quarto

E aí, reconheci a força da Vida.

 

publicado por saracrisf às 11:01

Colecção: O Bando dos Quatro

Autor: João Aguiar

Título: O Mistério dos graffiti

Editora: Edições ASA

 

 

 

Resumo

 

            O Bando dos Quatro foi a Oeiras com o Tio João. Enquanto eles estavam a passear pela praia, o Carlos ouviu uma conversa estranha sobre Vila Rica, entre dois Homens.

         Na escola onde o Bando dos Quatro andava, havia paredes com graffiti, e parte de uma parede caiu.

         Alguns dias depois, outras paredes, também com graffiti, caíram. Então, o Bando dos Quatro desconfiou que nessas tintas de graffiti havia um material que faz as paredes caírem.

         O tio João recolheu um pedaço de uma das paredes que tinham caído, e deu a uma colega para a analisar.

         O Pinto e o Trincas (colegas do Álvaro) que faziam graffiti foram raptados.

         O Bando dos Quatro encontrou um dos Homens que viu em Oeiras, e seguiu-o. O homem foi para uma casa no monte onde havia vários Homens, estes apanharam o Bando e prenderam-nos. Quando o Bando entrou na casa encontrou o Pinto e o Trincas.

         Um pouco mais tarde o Tio João foi apanhado e levado para a casa. Entretanto chegou a polícia ao local e prendeu os Homens que haviam raptado os cinco amigos e descobriu que havia pessoas de outros países envolvidas no tal negócio.

         Depois disso o Tio João explicou como é que apareceu lá: a Catarina, antes de ser apanhada, telefonou ao Tio João a dizer onde estava e este chamou a polícia.

          

 

publicado por saracrisf às 10:51

Maio 2007
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9
10
11
12

13
15
16
17
18
19

20
21
23
24
25
26

27
28
29
30
31


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

subscrever feeds
mais sobre mim
pesquisar
 
links
blogs SAPO